Assessoria de Imprensa
Auditoria de Imagem
Comunicação Corporativa
Comunicação e Consumo
Comunicação e Crise
Comunicação e Cultura Organizacionais
Comunicação Interna
Comunicação Mercadológica
Comunicação Sindical
CRM
Cultura Empresarial
Ensino de Comunicação
Ética Empresarial
Gestão Empresarial
Gestão do Conhecimento
Governança Corporativa
Jornalismo Ambiental
Identidade Visual / Design
Jornalismo Econômico
Jornalismo Científico
Jornalismo em Saúde
Jornalismo em Agribusiness
Legislação / Códigos de Ética
Jornalismo Empresarial
Marketing Cultural
Marca
Marketing Esportivo
Marketing Educacional
Marketing Social
Marketing Rural
Nova Economia
Publicidade / Propaganda
Qualidade
Relação entre jornalistas e cientistas
Terceiro Setor
Webmarketing
Responsabilidade Social
Marketing Político
Relações Públicas


Assessoria de Imprensa

:: Imprensa, uma parceira estratégica

Wilson da Costa Bueno*

      Muitas empresas e organizações confessadamente temem o contato com a mídia, imaginando que esta aproximação possa gerar mais problemas do que soluções. Como diria o poeta, ledo engano.
      Não há como ignorar, na chamada sociedade da informação, a importância dos meios de comunicação de massa, ainda que, por inúmeros motivos, a mídia possa, aqui e acolá, exibir desvios, decorrentes do seu processo, muitas vezes rápido e impreciso, de apuração das informações. Tentar anular completamente o papel da imprensa, simplesmente porque ela comete erros, significa incorrer em um equívoco maior.
      Os meios de comunicação são fundamentais para o debate das idéias e, portanto, para a consolidação da democracia e, mesmo na história recente do País, podemos enunciar, com facilidade, os momentos em que a imprensa se postou ao lado da sociedade para defender os seus direitos, quase sempre com sucesso.
      Evidentemente, a relação entre uma organização e a imprensa parte de alguns princípios fundamentais. É necessário que haja uma compreensão clara, de ambas as partes, sobre os papéis que elas desempenham na sociedade e, sobretudo sobre a dinâmica que pauta a inserção de cada uma delas no mercado.
      Os especialistas em comunicação e os administradores convergem para um ponto: organizações e imprensa devem atuar como parceiras, buscando disseminar informações que possam conduzir ao desenvolvimento e ao exercício da cidadania. Como parceiras, devem praticar o respeito mútuo e aprofundar a compreensão de suas potencialidades e limites.
      As organizações (empresas, associações, entidades etc), devem buscar sempre um relacionamento sadio, transparente e profissional, com a mídia, capacitando as suas fontes para o trabalho de interação com os seus públicos de interesse e com a comunidade. A imprensa, como mediadora, pode facilitar este trabalho de comunicação, destacando atividades e realizações e ajudando a contribuir para moldar uma imagem positiva.
      Dar as costas para a mídia significa não estar preparado para vislumbrar o futuro. A sociedade da informação exige organizações plugadas com o mundo. Cultivar esta parceria é estratégico para alavancar bons negócios e fortalecer a sociedade

--------------------------------------------------------------------------------

* Wilson da Costa Bueno é jornalista, professor do programa de Pós-Graduação em Comunicação Social da UMESP e de Jornalismo da ECA/USP, diretor da Comtexto Comunicação e Pesquisa.

 
 
 
Website desenvolvido e hospedagem por @ms public
 
Home